Blog 'never forget me.' no Facebook. Clica aqui.

31.8.11

I need you. VII


Querido Jonh,

Esta será a última carta que te escrevo. Tenho de me largar de ti, não posso mais ficar à espera que apareças outra vez. Mas não penses que deixei de te amar. Não. Isso nunca foi verdade. Pensarei em ti todos os dias da minha vida, e pensarei em todos os momentos que me proporcionaste. Mas, chegou a hora. Chegou a hora de eu levantar a cabeça e tentar ser feliz. Foste uma pessoa que me marcou e eu agradeço-te isso porque sem ti, eu não saberia amar. Mas antes de te largar tenho de te contar uma coisa. Uma última novidade boa da minha vida. Sabes? Ganhei coragem e força e enfrentei o meu pai. Ao inicio, pouco falávamos um com o outro mas depois, ele quebrou o gelo. Conversamos e metemos tudo em ‘pratos limpos’. Perdoei-o e ele a mim. A nossa relação não é a melhor por agora mas, agora vou mais a casa deles. E bem, antes que me esqueça, o Matty, aquele doce e adorável cachorro que decidi ficar, está cada vez mais rebelde mas no bom sentido. Bem John, até um dia. Foste, és, e sempre serás o único homem da minha vida.

Com saudade,
Sofie.



5 comentários:

inês disse...

pois. talvez não querida. mas estou convencida de que o nunca vai pertencer

R* disse...

Obrigada ! Vou seguir o teu blog, e adorei o nome dos protagonistas da história ! ;)

beatrizpereira disse...

obrigado querida.

EBA ☮ disse...

gosto **

Maria Carvalho disse...

tens um blog lindo :)