Blog 'never forget me.' no Facebook. Clica aqui.

7.6.11


Já não sei mais de ti. Sais-te da minha vida como se troca de camisola. Demorei algum tempo até te esquecer de vez mas, de quê que isso me serve? Estou a sofrer à mesma. Nunca mais falei para ti e vice-versa. Perde-mos o contacto de uma vez. Pergunto-me a mim mesma se fiz bem eu deixar tudo para trás. Às vezes parece que não mas outras vezes sim. Magoaste-me, espezinhaste-me como quem mata um insecto que vai na rua. Não te quero ver nem mesmo pintado de branco. Não quero saber do que pensas acerca disto. Perdes-te a razão toda. Não tens nenhum motivo se quer para me falar mais. Se gostei de te conhecer? Não me arrependo, arrependo-me sim de me ter entregado de alma e coração e tu ao momento a seguir deitá-lo para o chão. Gostava que passasses o mesmo que eu, o mesmo sofrimento que eu passei, aquelas horas a fio sem dormir por causa de ter os olhos a doer por ter chorado tanto. Sentirei saudades mas não te ti mas sim de quando era feliz! 

Uma das únicas palavras que, agora consigo dizer-te é: odeio-te! É dura mas não quero saber. Odeio-te e adeus. 



3 comentários:

beatrizpereira disse...

percebo-te, está lindo *

beatrizpereira disse...

com o tempo, vais ficar bem, eu sei que sim, minha querida *

Alexandra disse...

Obrigada :)

adorei *