Blog 'never forget me.' no Facebook. Clica aqui.

19.6.11


15º Parte.

Estava a ver o João deitado na cama preocupado. Não sabia como lhe perguntar o que se passava. Reparei também que tinha o meu telemóvel na mão por isso tinha alguma coisa a ver comigo.

R: João, que se passa? Estás em a deixar preocupada.

Sentei-me do lado da cama. Ele entregou-me o telemóvel. Tinha 8 chamadas não atendidas, 3 mensagens de voz e 5 mensagens por ler tudo da minha mãe.

J: Acho que é melhor leres uma das mensagens da tua mãe.
R: Mas é assim tão mau?
J: Não sei diz-me tu.

Li uma das mensagens que já tinham sido abertas.

“M: Rita, não sabemos onde estás, ligamos para casa do João e a mãe dele disse que estavas com o João. Mesmo assim devias ter nos avisado que não ficavas em casa. Liga-me urgentemente. E quando chegares a casa teremos de conversar.”
Fiquei também preocupada. Não sabia o que a minha mãe queria. O que ela me queria dizer quando eu chega-se a casa. Estava com imensas perguntas na minha cabeça mas o João não as podia resolver. Estava tão indignado como eu. Eram 10 manhã quando estávamos a sair da casa da praia. Mas mesmo antes de ir para casa, decidimos para um pouco pela praia. Estava um dia lindo. Já era Agosto e a praia estava cheia por isso decidimos ir para as dunas.

J: Que tens Rita? Ainda a pensar no que a tua mãe te queria dizer?
R: Sim, fiquei mesmo muito indignada.
J: É normal mas vais ver que não é nada de mal. Que se trata tudo de um mal entendido.
R: Pois é capaz de ser só isso.

Levantamo-nos e fomos para casa. Quando cheguei a minha casa, estava a minha mãe no sofá com um copo de vinho na mão. Dirigi-me para ela.

R: Já cá estou, qual era o motivo de tanta preocupação?
M: Estás a gozar comigo Rita? Estás?
R: Ah? Não estou a entender nada. Mas podias-me dizer o que se passa.
M: Deixa chegar o teu pai. Ele depois diz-te o que se passa.

Voltei a ficar indignada. Decidi mandar uma mensagem à Sofia.

R: Olá bb.
S: Olá Rita. Está tudo bem contigo?
R: Mais ou menos. E contigo?
S: Estou optima. Tenho de te contar uma coisa. Mas agora, conta-me o que se passa contigo.
R: Ok amor. Mas espera um pouco, o meu pai chegou, e a minha mãe está me a chamar. Até já.
S: Ok. Até já bb.

Desci as escadas. A minha mãe ainda continuava com o copo de vinho na mão e o meu pai estava a fumar. Não era coisa deles por isso, sei que era grave.

P: Rita, senta-te aqui, precisamos de falar.

(continua)

25 comentários:

Joana disse...

O teu blog é mesmo muito bom!! Também já segui o teu ;)

nênê disse...

ainda bem que gostaste princesa*

AnaCatarina disse...

fiquei curiosa :o

Daniela disse...

gostava de ler a história toda, mas não encontro a primeira parte :c

beatrizpereira disse...

obrigado bia :)

beatrizpereira disse...

tenho de por a leitura da historia em dia :o

joanaf disse...

tens um desafio no meu blog se quiseres :)
http://sunshine-joanaf.blogspot.com/

liliana rodrigues. disse...

eu, amei :)

joana rita disse...

estou a adorar o teu blog, e estou super curiosa com o final desta história *.*
vou seguir, beijinhos (:

sofiarc disse...

more *.*
que terá acontecido? :o

amo-te bea ♥

inês ** disse...

Tens um desafio para ti na minha pagina Desafios do meu blog "fly with a feeling"

Joana disse...

Gostei mesmo da história, estou curiosa pela próxima parte! Parabéns, tens mesmo jeito :D

joanaf disse...

dois posts anteriores ;)

Daniela disse...

obrigada ^^

joanaf disse...

nao sei em qual deles estás xb ah, e nao és obrigada a fazer como é óbvio (mas tinha que mandar a x pessoas)

beatrizpereira disse...

muito obrigada querida *

liliana rodrigues. disse...

de nada :')

joana rita disse...

obrigada eu *.*

joanaf disse...

ainda bem *.*

joanaf disse...

e eu gosto dos teus (:

joanaf disse...

de nada fofinha *

alexandra marques disse...

obrigada*

Janne ♥ disse...

Querida, desafio para ti no meu blog *

Anónimo disse...

já continuavas, não? xD
ly <3

Anónimo disse...

ax: catarina